Define-se produtividade como a taxa de produção de uma pessoa ou equipe ou equipament0 isto é, a quantidade de unidades de trabalho produzida em um intervalo de tempo especificad0 normalmente hora. A produtividade indica a eficiência em transformar energia (e tempo) e produto. Quanto maior a produtividade, mais unidades do produto são feitas num determinado, espaço de tempo. É óbvio notar que, quanto mais produtivo um recurso, menor quantidade tempo será gasta na realização da tarefa.

Produtividade é diferente de produção. Produção representa a quantidade de unidades feitas num certo período; produtividade é a rapidez com que essa produção foi atingida.
Ex.: João assenta 400 tijolos em um dia de 8 horas, e Damião assenta os 400 tijolos em 12 horas. No final, a produção dos dois terá sido igual, mas a produtividade de João foi 50% mais eficiente no trabalho (50 tijolos/hora contra 34 de Damião).

Os índices podem ser vistos como o inverso da produtividade. No caso da armação, com o índice do armador é 0,10 h/kg, a produtividade é de 10,0 kg/h. Se o índice fosse 0,15 h/kg, produtividade seria 6,67 kg/h.

O conhecimento e o domínio dos índices são de grande importância porque:
• Revelam a produtividade da mão-de-obra e equipamento, e o consumo dos materi . adotados no orçamento;
• Fornecem um parâmetro para comparação do orçado com o realizado;
• Representam o limite além do qual a atividade se toma deficitária;
• Permitem a detecção de desvios;
• Ajudam o gerente a estabelecer metas de desempenho para as equipes.

 

A quantidade de homens-hora de cada categoria de trabalhador de um serviço é função produtividade, ou seja, da rapidez com que o trabalho é executado. Pela própria definição produtividade, quanto mais unidades de trabalho o indivíduo produz na unidade de tempo menor a quantidade de homens-hora requerida para conclusão da atividade.
Existe uma relação direta entre duração e quantidade de recursos. Se uma obra dispõe muitos homens para determinada atividade, sua duração é logicamente menor do que se o número inferior de homens estivesse disponível para aquela tarefa.
Exemplo. Dimensionar equipe para montar 12 toneladas de estrutura metálica, com premissa de que o índice é de 150 h/t e que cada operário trabalha 10 horas por dia: 

Total de horas requeridas = 12 t x 150 h/t = 1.800 h

Enquanto o consumo de material necessário para um serviço pode ser matematicamente adiantado a partir dos desenhos, pois tem dimensões exatas, o estabelecimento da produtividade da mão-de-obra é um processo empírico e depende de uma série de fatores, tais como experiência, grau de conhecimento do serviço, supervisão, motivação, etc. Por tudo isso, a produtividade deve estar sendo continuamente aferida no campo, e informada ao setor de orçamento. Consultar índices de livros pode ser uma boa prática, mas a homogeneização da produtividade entre as obras está longe de ser uma realidade.
O gerenciamento da produção de uma obra tem relação intrínseca com os índices adota dos no orçamento. A meta de todo gerente é melhorar os índices (ou seja, diminuí-los) a fim de Maximizar o lucro de cada serviço.
Se no exemplo da armação estrutural visto acima cada armador estiver produzindo em média 370 kg de armação por semana de 44 horas, a obra estará tendo prejuízo nesse serviço, pois a produtividade estaria em 370/44 = 8,4 kg!h, que equivale a um índice de 0,12 h/kg, que é maior do que o índice orçado. Se o gerente pudesse perceber tal desvio a tempo, ele poderia pesquisar as fontes de ineficiência e tomar medidas corretivas.

 Quanto menor o índice, maior a produtividade
Quanto maior o índice, menor a produtividade

O  índice pode também ser chamado de Razão Unitária de Produção (RUP).
Quanto menor a RUP, maior a produtividade.
Quanto maior a RUP,menor a produtividade.

 

Comentar